Telefone
(91) 99253-3789
99210-4001 / 99253-3789
Onde Estamos
Rod. Augusto Montenegro, 4300.
Artigo

Uma luz na escuridão amazônica: nanoredes comunitárias

Uma luz na escuridão amazônica: nanoredes comunitárias
Energia Solar

Uma luz na escuridão amazônica: nanoredes comunitárias

Por Tech Amazon Equipe 24/Dez/2021 0 Comentários Artigo Público

Uma luz na escuridão amazônica: nanoredes comunitárias

 

 

Talvez muitos brasileiros não saibam, mas as áreas rurais da região amazônica apresentam as menores taxas de acesso à energia elétrica do país. Tal situação impacta diretamente na qualidade de vida de inúmeras famílias, não apenas restringindo o exercício de direitos básicos, tais como, sáude, educação e segurança, mas também impactando diretamente no desenvolvimento socioeconômico, na possibilidade de construção de um futuro melhor para milhares, talvez milhões de brasileiros, que vivem no território mais rico em fauna e flora do mundo. Muitos deles, inclusive, fomentando a preservação ambiental por intermédio de uma convivência sustentável com toda essa imponente e exuberante natureza.

Programas estatais como o “luz para todos” e o recém apresentado “mais luz para a Amazônia”, enquanto políticas públicas focadas na universalização do acesso à energia elétrica nas áreas rurais, pouco ou quase nada avançaram na solução do problema.

O primeiro, talvez, por importar para a nossa região, área extensa, com alagados e floresta densa, soluções que são aplicáveis a regiões com características completamente diferentes das encontradas na Amazônia.

O “mais luz para a Amazônia”, em substituição ao programa “luz para todos”, está no seu segundo ano de vigência, no entanto, sem a divulgação dos relatórios relacionados ao alcance das metas dos anos de 2020 e 2021.

Nesse cenário cruel, injusto e até mesmo desumano, pesquisadores brasileiros, em parceria com pesquisadores da Inglaterra e do Canadá e algumas empresas atuantes no país, estão desenvolvendo uma alternativa de fornecimento de energia elétrica, que envolve nanoredes de distribuição em corrente contínua.

O projeto, adaptado ao perfil social, econômico e ambiental, das pessoas que vivem nesse território, consiste em um sistema de distribuição em corrente contínua de estrutura aberta para o atendimento de pequenos consumidores de energia elétrica. O sistema é alimentado por geração fotovoltaica e pequenos bancos de baterias.

Além de focar no atendimento das demandas residênciais, tem como objetivo específico, promover a mobilidade elétrica de pequeno porte nos rios e igarapés, com o desenvolvimento de uma embarcação alimentada por baterias e recarregada em estação própria que faz uso da energia solar e que também se integra ao sistema de distribuição.

Além de possibilitar o acesso à energia elétrica de maneira barata e segura, o projeto amplia a qualidade de vida das populações ribeirinhas, diminuindo custos com o transporte, reduzindo a utilização de combustível fóssil, insumo que, além de ambientalmente insustentável, é muito caro nas localidades mais afastadas.

O projeto, que em 2022 entra no seu segundo ano, está sob coordenação do Prof. Dr. WILSON NEGRÃO, do Grupo de Estudos e Desenvolvimentos de Alternativas Energéticas (GEDAE), da Universidade Federal do Pará, e a colaboração do Prof. Dr. SAMUEL WILLIAMSON, da Universidade de Bristol na Inglaterra e do Prof. Dr. LUIZ ANTÔNIO C LOPES, da Universidade de Concórdia no Canadá, conta ainda com a colaboração de inúmeros pesquisadores, incluindo o Prof. Dr. JOÃO TAVARES PINHO, da Universidade de São Paulo.

Os sócios RICARDO CAÇAPIETRA, JORGE MACEDO e FERNANDO PAIVA participam do projeto, representando a empresa TECH AMAZON – Soluções em Energia Elétrica, uma empresa genuinamente amazônica, que investe em soluções sustentáveis, para melhorar a qualidade de vida das pessoas que vivem na Amazônia.

 

 

 

 

 

 

 



Tech Amazon Equipe

Olá,! Deixe aqui seu comentário...

Enviando Comentário Fechar :/